Saiba calcular quanto tempo sua franquia vai levar para dar lucro

Nas franquias, as redes franqueadoras têm a prática de auxiliar o empreendedor a entender como diversas variáveis irão impactar no desempenho do seu negócio

Moedas a frente de relógio

(Crédito: payungkead/123RF)

Abrir um negócio é, antes de qualquer coisa, um investimento. E uma das dúvidas que todo empreendedor tem na cabeça ao começar um novo empreendimento é sempre a mesma: em quanto tempo a empresa vai começar a dar lucro? Você já viu, aqui no Negociarias, a diferença entre lucro, lucratividade e rentabilidade. Pois agora, com informações do Portal do Franchising, vamos entrar no mundo específico das franquias, para te ajudar a calcular, numa estimativa confiável, o prazo para recuperação do dinheiro investido e para o início da prosperidade de sua franquia.

Nas franquias, as redes franqueadoras têm a prática de auxiliar o empreendedor a entender como diversas variáveis irão impactar no desempenho do seu negócio. Com isso, ele aprende também a calcular como cada entrada e saída de valores, além dos riscos previsíveis, podem alterar as finanças. E para que qualquer negócio tenha sucesso, não apenas as franquias, é importante que o empresário esteja capacitado para lidar com questões financeiras.

Treinamentos e consultorias

Muitas franqueadoras oferecem treinamentos e consultores, para preparar o franqueado da melhor forma possível. Afinal de contas, ele se será também um parceiro e representante da marca no mercado.

Neste setor, as empresas prezam muito pelo planejamento estratégico e pelos métodos que fizeram suas marcas crescerem. E apesar do formato padronizado, em algumas ocasiões a rede pode fazer alterações nos planos, por conta de fatores externos, como um ponto comercial ou custos com locação e fornecedores. E isso pode encarecer a operação e comprometer o planejamento inicial.

+Leia também:
– Inaugurada em SP a escola superior de empreendedorismo

– ABF capacita empreendedores com curso online sobre franquias
– USP abre inscrições para curso de empreendedorismo

Cadastre-se e receba novidades e dicas sobre empreendedorismo

Transparência entre franqia e franqueado

O Portal do Franchising ouviu a especialista em franchising Angelina Stockler, sócia-diretora da consultoria ba|STOCKLER. Segundo ela, a primeira dúvida de um interessado em abrir uma franquia é saber em quanto tempo ele terá o retorno do investimento e quando o negócio, de fato, começará a dar lucro. De acordo com a consultora, essa questão deve ser solucionada com muita transparência entre franquia e franqueado, para que desgastes não aconteçam.

“O investidor deve entender, antes de tudo, que como qualquer outro negócio, as franquias apresentam riscos. Mas eles podem ser diminuídos com um bom plano estratégico. Que deve ser feito com calma e transparência. E deve levar em conta todos os fatores a serem considerados na hora da escolha, por exemplo, do ponto comercial, dos fornecedores, custos operacionais e todas as variáveis do negócio”, disse Angelina ao Portal do Franchising.

Prazo de Retorno do Investimento (PRI)

Conhecido como PRI, o Prazo de Retorno do Investimento é um documento que mostra o tempo necessário para que o empreendedor recupere tudo o que investiu. E consiste, basicamente, numa modalidade de cálculo inversa à da rentabilidade. Se a franquia prevê o PRI em 36 meses (ou três anos), isso significa que este é o período previsto para que o investidor recupere o valor do investimento inicial sob a forma de lucro.

+Leia também:
– 10 dicas para você escolher uma opção dentre franquias

– Você sabe diferenciar lucro, lucratividade e rentabilidade?
– Saiba quanto dinheiro é preciso para começar um negócio

Veja o exemplo de cálculo elaborado pelo Portal do Franchising:

Franquia X

  • Investimento inicial (ponto, capital de giro, estoque inicial, taxa de franquia): R$ 250 mil.
  • Faturamento mensal médio: R$ 50 mil.
  • Custos operacionais (taxas, contas, fornecedores, funcionários): R$ 40 mil.
  • Lucro líquido mensal médio: R$ 10 mil.
  • Rentabilidade média: 20%

No cálculo proposto, com faturamento médio mensal de R$ 50 mil e R$ 40 mil de custos operacionais, o franqueador terá um lucro líquido médio de R$ 10 mil. E, na conta da rentabilidade, isso representa 20% do faturamento. Nesse ritmo, investidor recuperaria a aplicação em 25 meses, pois 25 (número de meses) x 10 (lucro) = 250 (investimento). Obviamente, este cálculo leva em conta de que o empreendedor não utilize esse valor para outros débitos. E essa quantia é livre para ele guardar ou utilizar da forma como entender melhor.

De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), em média, 61% redes de franquias que atuam no Brasil estimam ter um prazo de retorno do investimento inicial entre 18 a 36 meses.

Já entre as microfranquias, o período é menor: 41% delas fica entre 12 a 18 meses.

Variáveis

Para mensurar ainda mais precisamente o prazo para sua franquia dar lucro, vale a pena calcular de forma minuciosa as variáveis do custo operacional. Afinal de contas, na operação de um negócio há uma infinidade de gastos com os quais você terá que lidar. E tendo todos eles mapeados, você pode se planejar para economizar o máximo que puder em cada um deles e otimizar o seu resultado.

Veja os principais custos operacionais de um franqueado:

  • Impostos
  • Contas (água, luz, gás, internet, telefone, etc)
  • Royalties
  • Capital de giro
  • Taxa de franquia
  • Publicidade
  • Estoque
  • Fornecedores
  • Funcionários

Algumas redes de franquias costumam divulgar sua rentabilidade média. A partir desse cálculo, você pode estudar o tempo necessário para recuperar a aplicação feita no negócio. E o Portal do Franchising cita um exemplo hipotético.

“Um negócio possui faturamento mensal médio de R$ 50 mil e o lucro líquido previsto para o mesmo período é de R$ 10 mil. Isso significa que essa operação possui em torno de 10% de rentabilidade. Porém, a rentabilidade pode sofrer variáveis, como fatores sazonais e outros problemas. Portanto, antes de finalizar a aquisição da sua franquia, analise com cautela todas as estimativas apontadas pela franqueadora”, diz o artigo.

A consultora Angelina Stockler indica, ainda, uma atenção especial ao capital de giro.

“Faça um plano de negócio conservador, levando em conta as variáveis mais plausíveis de acontecer. Certifique-se também de tomar informações com franqueados da rede e avaliar as perspectivas traçadas pela franquia com esses franqueados. Por exemplo, a franquia cumpriu o que prometeu? Você recuperou seu investimento no prazo previsto? Entre outras coisas”, disse Angelina.

Este artigo foi útil para você? Então inscreva-se em nossa newsletter e receba semanalmente as principais notícias do Negociarias em seu e-mail.