Energias renováveis: Sebrae MG oferece consultoria para MPE

Oportunidade de consultoria tecnológica e ações de políticas públicas para desenvolver o setor e beneficiar as micro e pequenas empresas

Painéis solares sendo banhados com luz do sol

(Crédito: petkov/123RF)

Os empresários donos de Micro e Pequenas Empresas (MPE) interessados em geração de energias renováveis (energia solar fotovoltaica) para próprio consumo podem contar com a consultoria do Sebrae Minas. O projeto oferece orientação para o planejamento de usinas fotovoltaicas e tem custo subsidiado pelo programa de consultoria tecnológica do Sebrae (Sebraetec). O serviço tem parceria com a Codemig que cobre até 80 % do valor do projeto.

Além disso, a consultoria também abrange um Estudo de Viabilidade Técnica e Econômica Solar (EVTE). Esse estudo reúne informações sobre eficiência energética, adaptação de infraestrutura para geração de energia solar, avaliação do potencial para geração de energia solar térmica, usinas fotovoltaicas individuais e coletivas e indicações de integradores de usinas. “A implantação de micro e mini usinas de geração distribuída, de forma individual ou consorciada, possibilita o aumento da eficiência energética dos pequenos negócios, diminuindo custos de uma forma sustentável”, destacou o analista do Sebrae Minas João Paulo Palmieri.

O Sebrae Minas articulou junto ao BDMG e as instituições da cadeia produtiva, a criação de uma linha de crédito com taxas reduzidas para as MPE interessadas no projeto. “O objetivo é criar condições para que os empresários paguem os financiamentos com os ganhos financeiros obtidos na redução das contas de energia elétrica”, explicou Palmieri.

+Leia também:
– Como conseguir crédito para o seu negócio
– Índice de confiança das MPE termina em alta em janeiro de 2018
– 6 livros indicados por bilionários das novas tecnologias

A linha de crédito especial está em período de testes pelo BDMG com clientes selecionados pelo banco e será chamada de BDMG Solar Fotovoltaico. “O limite de crédito vai variar entre 5% e 25% do faturamento da empresa dos últimos 12 meses, com um teto de R$ 700 mil. O prazo de financiamento pode chegar a até 60 meses e as taxas serão a partir de 1,19% ao mês”, informou o analista.

Cadastre-se e receba novidades e dicas sobre empreendedorismo

Potencial

Hoje a energia solar fotovoltaica representa apenas 0,02% da oferta energética do país. A previsão é que em 2024 aumente para 3,3%. Isso significará um aumento de 200 vezes comparado ao patamar atual.

O Brasil tem potencial para crescer nesse setor. Em um ano, foram registradas aproximadamente 17.334 conexões registradas na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) contra as 5.040 ligações em 2016. Minas Gerais é o estado com o maior número de micro e mini geradores, com 3.857 conexões. Em seguida, São Paulo (3.334) e Rio Grande do Sul (2.028).

Para maiores informações: 0800 570 0800

Esse artigo foi útil? Inscreva-se na nossa newsletter e receba mais notícias para ajudar sua empresa crescer