5 razões para abolir o uso de terno e gravata no seu escritório

Os locais de trabalho estão cada vez mais modernos e os códigos de vestimenta cada vez mais despojados. Num país tropical como o Brasil, será que o terno é mesmo necessário?

Homem de terno e gravata

(Crédito: mavoimage/123RF)

Quem nunca presenciou (ou até mesmo protagonizou) uma discussão no escritório por causa do ar-condicionado? Pois é, um recente estudo mostrou que a maioria dos escritórios tem a temperatura ajustada de acordo com a necessidade de homens acima dos 50 anos que usam terno. Com isso, as mulheres passam a sentir muito frio.

A ciência já comprovou que pessoas que sentem frio são menos produtivas. Ou seja elevar a temperatura alguns graus pode ser uma boa solução. Isso criaria um ambiente mais equitativo para ambos os sexos. Mas e os homens dentro de ternos desconfortavelmente quentes?

Por que não abolir o terno do seu escritório? Não estranhe. O site Inc. explicou porque isso pode ser uma boa ideia.

1. Conformismo

Dê uma olhada em qualquer grupo de homens mais velhos. Ou homens mais jovens que os imitem. Todos estão iguais. Parte dessa falta de originalidade faz parte das culturas corporativas. Esses ambientes atraem naturalmente os homens que valorizam a conformidade. Mas também porque as pessoas são influenciadas pelas roupas que vestem. Vestir-se formalmente, portanto, tende a limitar a criatividade.

+Leia também: Aprenda como atrair talentos para sua startup

Cadastre-se e receba novidades e dicas sobre empreendedorismo

2. Estagnação

Considere: empresas em todo o mundo gastaram bilhões de dólares para criar escritórios de plano aberto cheios dos mais recentes conceitos de design. A crença é que esse novo tipo de ambiente criará inovação e colaboração.

Então, essas empresas as preenchem (pelo menos em parte) com homens que estão vestindo terno. Exatamente igual aos homens de negócios do século passado. O que tem de moderno e inovador nisso?

+Leia também: O que fazer para sua empresa não se tornar ultrapassada

3. Podem camuflar a ignorância

Qualquer um que possa desembolsar o dinheiro por um bom terno pode parecer uma autoridade. Entretanto, um estudo da Universidade Estadual da Califórnia, em Northridge, mostrou que a vestimenta formal faz com que os homens se sintam mais poderosos, porém menos conectados. Além disso, favorecem o raciocínio abstrato sobre fatos concretos. Em outras palavras: um terno pode afastar pessoas e enganar sobre as reais competências de um homem.

4. Desigualdade de gênero

Enquanto os trajes de negócios conferem credibilidade automática aos homens que os usam (sejam eles merecedores disso ou não), não há nada de análogo nos armários femininos. Na verdade, as mulheres precisam ser inteligentes para parecerem inteligentes.

Além disso, homens de terno podem vestir a mesma roupa todos os dias. Apenas mudando levemente as cores. Mulheres precisam gastar tempo e energia extras selecionando roupas para o trabalho. Se não fazem isso, são facilmente ridicularizadas por usarem o mesmo tipo de roupa todos os dias.

+Leia também:
– Como evitar casos de assédio sexual em sua empresa
– Empoderar é um dos propósitos do empreendedorismo feminino

5. Enfraquecem as equipes

Equipes com uma mistura de personalidades, origens e gêneros são mais eficazes do que equipes que consistem apenas de homens. Como os ternos incentivam a conformidade, a falta de conhecimento e o comportamento masculino estereotipado, eles tornam as equipes mais fracas.

+Leia também: Saiba como a comunicação interna pode motivar sua equipe

Se os códigos de vestimenta do escritório frequentemente proíbem a roupa que é casual demais, por que não proibir roupas que são muito formais?

Gostou desse artigo? Inscreva-se na newsletter do Negociarias e receba mais conteúdo para sua empresa crescer.