Produtividade: 15 coisas inesperadas que roubam seu sono

O sono é um dos aspectos mais importantes da nossa vida e está diretamente ligado à produtividade no trabalho. Veja o que pode estar te atrapalhando

Homem com insônia e com falta de produtividade

(Crédito: tab1962/123RF)

A produtividade no trabalho pode ser afetada por uma enorme variedade de questões. E a qualidade do sono, certamente, está entre as principais. Há algumas maneiras testadas e comprovadas para se obter uma melhor noite de sono, como não consumir cafeína após determinada hora ou manter dispositivos eletrônicos fora do quarto. Mas também há fatores que você nunca imaginaria como “ladrões” de valiosas horas de sono. E o site Entrepreneur listou 15 deles:

Sua idade

Estudos recentes apontam que, à medida que uma pessoa envelhece, as partes de seu cérebro que lidam com o sono regulador começam a decair, o que leva a menos sono não REM – tipo de sono com estágios diferentes, em que a atividade cerebral é mais baixa. Esta queda no sono não REM pode começar mais cedo do que você pensa: em torno de meados dos 30 anos de idade.

Genética

Se você tem a tendência de ficar acordado a noite inteira, é possível que você tenha uma mutação genética. De acordo com cientistas da Rockefeller University, em Nova York (EUA), um gene chamado “CRY1” ajuda a regular nossos ritmos circadianos e quando nos sentimos cansados. Pessoas com variação no CRY1 têm um ciclo circadiano mais longo do que outros, o que faz com que elas fiquem acordadas por mais tempo.

Gênero

De acordo com estudos recentes, ficou comprovado que as mulheres precisam dormir mais, pela forma mais complexa de trabalhar de seus cérebros durante o sono. As mulheres tendem a dormir de 15 a 20 minutos a mais do que os homens.

Produtividade nos segmentos de atuação

Pessoas que trabalham em turnos noturnos, como médicos, bombeiros, bartenders, vigias, entre outros, certamente têm horas de sono jogados fora, devido aos seus horários. Mas há trabalhadores e empresários de alguns segmentos nos quais você não esperaria encontrar esta questão. Um estudo recente do Centers for Disease Control and Prevention (CDC) descobriu que pessoas que atuam em determinados setores tinham problemas de sono, como trabalhadores de transporte ferroviário, por exemplo.

Cadastre-se e receba novidades e dicas sobre empreendedorismo

+Leia também:
– Mãe empreendedora: 7 dicas para achar o equilíbrio
– Saúde: empreendedoras precisam se cuidar, diz pesquisa

Finais de semana

O sábado e o domingo costumam significar um convite àquela boa esticada de algumas horas na cama pela manhã, ou mesmo de uma soneca na parte da tarde. Especialmente após uma longa e estressante semana de trabalho. Mas a ideia de se tentar o máximo de descanso possível nos dias de folga pode levar a um sono interrompido durante o resto da semana, no chamado “jet lag social” ou “fuso-horário social”, pois você muda o seu padrão de sono, o que pode causar ainda mais cansaço nos dias de trabalho. O ideal é manter o padrão.

A cidade onde você mora

Em estudo recente também do CDC, os hábitos de sono de pessoas em todo os Estados Unidos foram analisados. De acordo com a pesquisa, o estado em que as pessoas eram mais bem descansadas foi a Dakota do Sul. Já os piores relatos sobre o sono foram do Havaí.

Estado civil

A mesma pesquisa do CDC também analisou dados demográficos diferentes, com o objetivo de descobrir o quão bem as pessoas dormiram com base no status de relacionamento. O estudo descobriu que as pessoas comprometidas dormiam melhor do que as solteiras. Entre os casados, 67% dormiam sete horas ou mais por noite, contra 62% de pessoas que nunca se casaram e 56% de pessoas divorciadas, separadas ou viúvas.

Evite o hortelã

Como evidenciado por um estudo conduzido pela Universidade Jesuíta Wheeling, na Virgínia Ocidental (EUA), em 2011, o hortelã é ótimo para manter você alerta e em foco. Se você está correndo contra o tempo e precisa cumprir um prazo, um chá de hortelã pode ser uma solução útil para ajudar. Mas, se quiser uma bebida suave antes da cama, experimente outra coisa. Evite também os citrinos, que têm efeitos semelhantes à hortelã. Se possível, procure escovar os dentes mais cedo, também.

Educação

Outro ponto identificado pelo estudo do CDC foi a prevalência da duração do sono saudável entre os entrevistados com um diploma universitário ou superior em 71,5%.

 

A lua cheia

Lua cheia

(Crédito: karn2608/123RF)

Um estudo de 2016 revelou que os padrões de sono das crianças foram interrompidos pelas fases da lua. Portanto, a lua cheia, certamente, influencia nos padrões de sono.

O ambiente

Em uma recente pesquisa, a Universidade de Harvard (EUA) encontrou uma correlação entre o aumento das temperaturas, devido às mudanças climáticas, e a perda de sono. Além disso, um outro estudo recente identificou que a poluição do ar, especificamente o dióxido de nitrogênio, afeta nossa capacidade de dormir bem.

Animais de estimação

Mulher dormindo com cachorro

(Crédito: igorr/123RF)

Segundo um estudo da Mayo Clinic, permitir a presença de um cão no quarto traz benefícios para o sono, mas apenas se ele tiver sua própria cama. Participantes do estudo que dormem com animais na mesma cama relataram muito mais situações de sono interrompido.

Portas fechadas e janelas

Dormir com o quarto totalmente fechado é a tendência da maioria das pessoas, especialmente para evitar que o ruído externo perturbe o sono. Mas portas e janelas abertas trazem benefícios que não podem ser ignorados. Um estudo recente descobriu que há uma redução nos níveis de dióxido de carbono, que pode afetar negativamente a qualidade do sono. Os pesquisadores encontraram uma relação entre níveis mais baixos de dióxido de carbono e uma melhor profundidade e eficiência do sono, com menos episódios em que os pesquisados acordavam no meio da noite.

Seu travesseiro

Cama com lençol e travesseiros brancos

(Crédito: picsfive/123RF)

Quando você deita sua cabeça sobre o travesseiro, ele precisa te oferecer um suporte completo. Do contrário, as consequências podem ser dor nas costas, no pescoço e nos ombros. A postura ruim pode, inclusive, acarretar em dificuldades para respirar, ronco e um impacto na sua postura quando acordado. Se você quiser testar se o seu travesseiro deve ou não ser aposentado, esmague-o com as mãos ou coloque um peso sobre ele. Se ele não retornar à forma completa, então é hora de comprar um novo.

Seu corpo

Numa pesquisa recente realizada pela revista Women’s Health em parceria com a American Sleep Association e a Thrive Global, 99% dos entrevistados disseram que questões corporais – que variam de alergias, dores musculares, refluxo ácido, baixo nível de açúcar no sangue, fome e idas frequentes ao banheiro – são fatores que os mantêm acordados à noite. Mas tudo isso é fácil de ser resolvido. Para dormir melhor, você pode fazer coisas como substituir seu colchão para aliviar a dor nas costas, usar um travesseiro para elevar o estômago e ajudar com o refluxo e até mesmo comer uma colher de sopa de mel uma meia hora antes da cama, para abafar a fome e evitar a necessidade de um lanche à meia-noite.

E você, tem problemas para dormir? Se identificou com este artigo? Envie para amigos e conhecidos que possam estar passando por este mesmo problema!