7 passos que você deve dar antes de desenvolver um produto

Antes de produzir, veja os erros comuns de desenvolvimento de produto que podem prejudicar sua ideia antes de chegar ao mercado

Desenho para desenvolvimento de produto

(Crédito: 123RF)

O desenvolvimento de produto pode ser um investimento grande e arriscado para muitas empresas. Mesmo com toda a emoção de introduzir algo novo no mercado, é preciso evitar o desperdício de dinheiro e de tempo.

E essa tarefa é possível se a empresa estiver ciente de alguns dos erros mais comuns. O site Open Forum compartilhou algumas dicas que podem ajudar a aumentar o sucesso do desenvolvimento de produtos no seu negócio.

1. Seja realista sobre o desenvolvimento de produto

Existem três objetivos que não devem ser tentados ao mesmo tempo: ótimo, rápido e barato. Seja realista. O excelente desenvolvimento de produtos exige tempo e dinheiro. Tentar obter um produto excelente feito de forma rápida e barata pode levar a um produto comprometido que é ineficaz para resolver o problema de qualquer cliente no mercado.

2. Crie e cumpra um orçamento monetário e de recursos humanos

Infelizmente, lançar mais recursos em um problema ou projeto nem sempre significa resultados mais rápidos ou mais efetivos. Ao fazer um orçamento, analise o retorno esperado do produto e o quanto a empresa pode investir em um determinado período.

3. Cuidado com o gosto caro em um orçamento baixo

A maioria das empresas quer desenvolver o melhor produto no mercado. Mas toda empresa precisa ser realista e trabalhar dentro de suas limitações financeiras. Decida o que sua empresa pode investir no próximo ciclo de desenvolvimento de produtos com base no dinheiro e nos recursos qualificados disponíveis. Um produto viável mínimo pode ser inicialmente introduzido no mercado, para que possa começar a gerar vendas. Recursos adicionais podem ser adicionados posteriormente.

Cadastre-se e receba novidades e dicas sobre empreendedorismo

+Leia também:
– Startups: programa leva soluções inovadoras a gigantes da indústria

– Aplicativos para facilitar a rotina do empreendedor

4. Contrate a pessoa certa para usar a melhor ferramenta de desenvolvimento

Mesmo as ferramentas mais eficazes e o conjunto de processos podem falhar quando estão sendo executados pela pessoa errada. Tente não pedir a uma pessoa para liderar um projeto quando não tiver experiência ou poucos recursos para realizar a tarefa. O desenvolvimento de produto mais bem-sucedido é feito por especialistas em seus campos e por uma equipe com habilidades complementares.

5. Coloque mais foco no mercado, não apenas no produto

Embora a maioria de nós saiba que construir o melhor produto não garante que os clientes o comprem, muitas empresas ainda o veem assim. Eles estão tão focados em projetar e produzir novos produtos com todos os tipos de recursos, que atrasam o importante trabalho de colocá-lo pronto para o mercado até que seja tarde demais.

Desenvolva o plano de marketing com o plano de desenvolvimento do produto. Isso ajuda a ter um produto com um recurso principal focado em um problema conhecido dos clientes. Pense: o que os clientes querem que o produto faça por eles?

O marketing pode se concentrar em como eles vão ouvir sobre o seu produto como uma solução.

6. Obtenha feedback de clientes reais

Muitas empresas temem que o feedback negativo no início do processo possa inviabilizar seu esforço de desenvolvimento de produto cuidadosamente planejado. Muitas vezes, os únicos comentários sobre um produto são provenientes de dentro da empresa. Isso conta pouco porque os que trabalham no produto não serão grandes compradores. É por isso que é importante obter feedback de clientes reais que usariam o produto o mais rápido possível.

7. Perceba que nada será exatamente como planejado

Alguns esforços de desenvolvimento de produtos falham porque a empresa não está pronta para uma demanda bem-sucedida do que eles criaram. O negócio pode enfrentar esses custos adicionais sem ter ainda a receita desses novos clientes.

Os planos de desenvolvimento de produtos precisam ter flexibilidade embutida para estarem preparados para atrasos imprevistos. Considere o desenvolvimento de cronogramas que criem pelo menos 20% de tempo e investimento financeiro para evitar outros atrasos.

Mas lembre-se que o inesperado pode ser benéfico. Traz desafios que forçam a empresa a olhar para o problema e suas soluções de um ponto de vista totalmente novo. Muitas vezes, isso pode ter um impacto positivo no resultado desejado.

Esse artigo foi útil? Assine a newsletter do Negociarias e receba semanalmente mais conteúdo sobre empreendedorismo.