Investidor de startups dá 5 dicas de empreendedorismo

Eric Acher, cofundador da Monashees, faz palestra em evento sobre empreendedorismo e inovação e dá conselhos a quem quer montar um negócio

Foto de Eric Acher, fundador da Monashees.

Discreto, Eric Acher dá dicas valiosas em palestra. Crédito: Latreview

Em recente palestra num festival sobre inovação e empreendedorismo em São Paulo, o empresário Eric Acher, especializado em investir em startups, deu dicas de empreendedorismo. E conforme ressaltou Ralphe Manzoni Jr., diretor de conteúdo da Isto É Dinheiro e autor do blog Bastidores das Empresas, “quando ele fala, é bom ouvi-lo”, uma vez que o investidor raramente aparece na mídia.

Acher é cofundador e sócio da Monashees Capital, Venture Capital criada em 2005 e sediada em São Paulo, que já aportou recursos em 68 startups desde sua fundação. Entre os investimentos da Monashees estão o aplicativo 99 Taxis; o Enjoei, uma plataforma para pessoas físicas venderem produtos usados; a Conta Azul, um sistema de gestão online para pequenas empresas; a EduK, uma plataforma de e-learning voltada para o ensino profissionalizante na América Latina; entre muitos outros.

Print de tela dos aplicativos 99, Enjoei e EduK

Caracterizados pela mais absoluta discrição, os investidores da Monashees dificilmente se manifestam em público. E por isso a apresentação de Eric Acher agita o mercado do empreendedorismo. “São mensagens bem genéricas sobre empreendedorismo, mas muito importantes”, disse Eric Acher, em sua palestra.

1. Empreendedorismo é uma atitude

Você não precisa ser fundador de uma empresa de tecnologia para ser um empreendedor. O espírito empreendedor precisa estar em tudo o que a gente faz nesse novo mundo”, disse Acher.

Cadastre-se e receba novidades e dicas sobre empreendedorismo

De acordo com o investidor, um artista, um professor, um funcionário de uma empresa e até mesmo um governante podem ser empreendedores.

2. É fundamental escolher o seu caminho

“Autenticidade é muito importante. Confie no seu taco e siga o seu caminho”, aconselhou Acher.

3. Pense por si mesmo. Questione

“O empreendedor precisa questionar tudo, inclusive o que estou falando aqui. É preciso processar e pensar por si mesmo. Há muito ruído e espuma e você precisa aprender a navegar nisso”, disse o investidor, que chamou a atenção para os “especialistas que não fizeram ou realizaram nada e dizem verdades absolutas”.

Leia também:
– Inovação e empreendedorismo: conheça o Oito
– Minas gerais lança programa para fomentar startups universitárias
– Mundo dos negócios: saiba como superar os principais obstáculos

 4. Determine o significado de sucesso para você

“Dizem que não existem bons ventos se você não sabe para onde está navegando. Não confunda sucesso com prêmios de empreendedor do ano ou de melhor startup do ano. Não confunda sucesso com levantar o capital. Isso é apenas o começo, algo que indica que você pode estar no caminho certo”, afirmou Acher.

5. Realize mais

Sem desmerecer o planejamento, Acher destacou a importância de se manter o foco na realização. Na visão dele, quem planeja demais acaba fazendo pouco.

“Se você não ficou constrangido com a primeira versão do produto que lançou é porque demorou tempo demais. Lance o produto e depois vá melhorando”, disse o investidor.

No entanto, Acher alerta que isso vale para as companhias digitais, pois essa é a cultura do beta das empresas de internet.

E brinca: “se você tem uma empresa farmacêutica, não siga essa dica”.