Empreendedoras: saibam como evitar a autossabotagem

Pode ser difícil para mulheres empreendedoras não se abater pelos obstáculos da autossabotagem ao longo do caminho dos negócios

Mulher trabalhando até tarde no computador

(Crédito: 123RF)

As questões de confiança são reais entre as mulheres. De acordo com um estudo da Universidade de Cornell, as mulheres subestimam mais suas habilidades do que os homens. Não se sentem tão preparadas ou merecedoras de promoções, duvidam de suas habilidades muito mais que os homens. E, por isso, sofrem de autossabotagem.

Esse caminho empreendedor é difícil o suficiente para as mulheres sem que se joguem nos obstáculos ao longo do caminho. Nesse espírito, o site Entrepreneur listou três formas de autossabotagem que surgiram nas conversas com fundadoras repetidas vezes.

1. “Minhas necessidades vêm por último”

Quando se está trabalhando em algo, é importante não acreditar que você é menos importante. Não se coloque por último. Não pare de dormir, de se hidratar. Não pule o exercício. Não adie as visitas ao médico. Aliás, isso também é uma ocorrência frequente entre as novas mães.

Lembre de colocar nossa máscara de oxigênio em primeiro lugar. Só assim você pode cuidar das coisas importantes ao seu redor.

2. “Eu não estou pronta”

Há uma boa chance de você nunca se sentir pronta para dar o próximo passo, encontrar o investidor, subir ao palco ou conversar com um cliente. Mas isso é apenas um sentimento, muitas vezes não é um reflexo da realidade. Você não pode deixar que esse sentimento te pare. Porque se você esperar até se sentir pronta, você certamente vai perder o momento ideal.

Cadastre-se e receba novidades e dicas sobre empreendedorismo

3. “Eu não sou boa o suficiente”

Você pode começar a acreditar que todo mundo está à sua frente. Para as fundadoras, isso é mais difícil. Cria uma dissonância cognitiva entre a maneira como os outros fazem e em avaliar o seu próprio desempenho. E a comparação pode ser nada menos do que brutal.

Todo empreendedor, independentemente do sexo, tem seus pontos fracos e fortes. Foque nos seus pontos positivos e trabalhe naquilo que pode ser melhorado.