Vale acelerar o desenvolvimento de produtos com terceirização?

Desenvolver produtos pode ser difícil, o que torna a terceirização da tarefa atraente. Entenda os riscos e recompensas da estratégia

Desenvolvimento de produtos

Photo by rawpixel on Unsplash

Leva tempo para iniciar um novo esforço de desenvolvimento de produto. Como a maioria dos empreendedores inicia os principais esforços de desenvolvimento de produtos apenas de vez em quando, pode levar ainda mais tempo para se familiarizar com cada etapa.

Uma possível resposta é terceirizar o trabalho para uma organização focada no desenvolvimento de novos produtos. As empresas que vendem serviços de desenvolvimento de produtos prometem ajudar os clientes a minimizar atrasos, cortar custos e obter projetos superiores.

Como mostra um recente artigo do Open Forum, o desenvolvimento de produtos de terceirização permite que as empresas aproveitem a expertise de empresas que criaram sistemas bem desenvolvidos para gerenciar o processo. Os especialistas em desenvolvimento de produtos podem adaptar os componentes existentes de outros produtos para tornar novos produtos muito mais rápidos e com menor custo. Talvez o mais importante, o desenvolvimento de terceirização pode significar que sua empresa não precisará contratar projetistas em tempo integral.

O desenvolvimento de terceirização também permite que as empresas utilizem talentos em qualquer lugar do mundo. Em vez de restringir a quem quer que esteja disponível por perto.

+Leia também:
– Economia criativa é a aposta de muitos empreendedores em Minas Gerais
– 7 passos que você deve dar antes de desenvolver um produto

Cadastre-se e receba novidades e dicas sobre empreendedorismo

Os perigos da terceirização

Embora a terceirização do desenvolvimento de produtos possa reduzir prazos e cortar custos, também pode expor empresas a riscos.

Para uma empresa que não possui o conhecimento necessário para projetar um produto, pode ser difícil saber quão bom é o design resultante. Fraudes também não são desconhecidas no mundo do desenvolvimento de produtos.

Além d risco de pagar por um projeto inadequado e enfrentar uma violação de direitos autorais, as empresas podem errar ao terceirizar a coisa errada. E considerar a terceirização como parte do processo. Você não quer terceirizar seu núcleo. Essa é a única coisa que te define. O que você faz melhor do que qualquer outra pessoa no mundo.

Dicas de terceirização de desenvolvimento de produtos

  • A terceirização de desenvolvimento de produtos não precisa ser tudo ou nada. As empresas podem terceirizar parte do processo de desenvolvimento. Da análise de viabilidade e prototipagem inicial a testes de produtos e manutenção de produtos, qualquer parte do processo de desenvolvimento de produtos pode ser terceirizada. Isso pode permitir que uma empresa limite sua exposição a erros.
  • Há também opções para diferentes tipos de desenvolvedores de produtos. Designers e engenheiros freelancers podem ser operações de uma pessoa que não custam muito, mas possuem capacidades limitadas. Firmas de design completas podem lidar com todo um esforço de desenvolvimento de produto e fazer em menos tempo. Mas podem cobrar taxas horárias mais altas.
  • Seja qual for o fornecedor de uma empresa que se estabeleça para o desenvolvimento de seu produto, é importante obter referências e verificar referências. Procure desenvolvedores com clientes como eles. Também é recomendável a contratação de outro consultor ou empresa de desenvolvimento para revisar os projetos do produto e garantir que eles sejam adequados.
  • Para proteger a marca da empresa, considere fazer perguntas específicas sobre se um desenvolvedor possui sistemas e processos para entregas, como documentação e entrega de projetos à fabricação. Isso garante o controle de qualidade.

Gostou desse conteúdo? Assine a newsletter do Negociarias e receba toda semana mais dicas de empreendedorismo.