Você conhece os buracos negros da sua empresa?

Independente do porte ou segmento da sua empresa, é provável que alguns buracos negros estejam sugando parte daquilo que foi tão difícil conquistar. Conheça alguns exemplos comuns

Buraco negro

(Crédito: forplayday/123RF)

Você sabe o que são “buracos negros”? Eles são os temidos buracos do espaço sideral onde tudo é sugado. Nem mesmo as partículas que se movem na velocidade da luz escapam. Por que essa introdução? Porque o palestrante e consultor organizacional Flavio Moura escreveu um artigo para o site Administradores comparando os problemas de uma empresa aos famosos buracos negros.

“As empresas também criam os seus buracos negros quando recursos financeiros, equipamentos de trabalho, a motivação dos funcionários e, até mesmo a relação com bons clientes, acabam indo para o ralo, sem que ninguém saiba o que realmente aconteceu”, escreveu.

Gestores de empresas de qualquer porte precisam dar atenção mesmo quando não parece tão crítico. A médio e longo prazo, o problema pode crescer e seu negócio pode ser “engolido” por eles. Flavio Moura citou alguns exemplos de possíveis buracos negros que precisam da sua atenção:

1. Comunicação interna mal feita

Um clássico. Conflitos entre departamentos, retrabalho, atrasos na entrega, qualidade inferior dos serviços que resultam em clientes insatisfeitos. Mal-entendidos que poderiam ter sido evitados através de uma comunicação interna eficiente.

+Leia também:
– Saiba como a comunicação interna pode motivar a sua equipe
– Como melhorar a comunicação com os funcionários

Cadastre-se e receba novidades e dicas sobre empreendedorismo

2. Excesso de demandas urgentes

Emergências sempre vão existir. Mas se seus funcionários estão sendo sugados pela urgência, talvez esteja faltando planejamento. Sua equipe precisa saber negociar prazos com os clientes e até mesmo internamente entre pares e gestores. E identificar quando há necessidade de envolver outras pessoas para auxiliá-los em tarefas maiores.

+Leia também: 3 dicas para organizar suas tarefas e não perder tempo

3. Custos ocultos de operação

Mais um buraco negro muito comum nas empresas. Nessa categoria estão: as exceções no atendimento, entregas emergenciais e a quarentena que não foi cumprida. Muitos desses custos são desconsiderados pelos gestores o que pode levar a decisões inadequadas de viabilidade. Mas cuidado com excesso de controle: pode fazer sua empresa perder tempo e não acrescentar em nada.

+Leia também: Conheça estratégias para você reduzir custos do seu negócio

4. Dependência excessiva dos funcionários

Raramente isso aparece nas planilhas. Mas funcionários que dependem muito, não possui conhecimento técnico ou tem problemas de gestão são um problema. Enquanto alguns funcionários ficam sobrecarregados, outros podem ficar ociosos.

“Lembre-se de que as menores fissuras podem indicar grandes problemas. Portanto, pergunte-se constantemente: quais buracos negros merecem a minha atenção neste momento? Se não é possível eliminá-los, como posso diminuí-los? Não fuja das perguntas desconfortáveis, elas são a chave para a busca de soluções e o crescimento do seu negócio”, finalizou Flavio.

Gostou das dicas? Assine a newsletter do Negociarias e receba semanalmente mais conteúdo para a sua empresa.