Aprenda a ganhar dinheiro com um canal no Youtube

Cada vez mais as pessoas querem ter vídeos de sucesso na internet, mas nem todas conseguem ganhar dinheiro no YouTube. Conheças as dicas que vão fazer a diferença

Festival do Youtube

(Crédito: thebigland/123RF)

O YouTube não para de crescer. Está em segundo lugar em termos de buscas, atrás apenas do Google. Se você quer ganhar dinheiro no YouTube, precisa seguir alguns passos básicos. A fórmula parece ser simples. Um número significativo de inscritos, conteúdo com qualidade, postagem de vídeos periódicas e anúncios.

Mas o problema é que alguns detalhes importantes são esquecidos. E são justamente eles que vão fazer toda a diferença. O site Administradores fez um passo-a-passo com sete dicas para você ter um canal de sucesso.

1. Faça o seu canal no YouTube

Seu canal é sua presença na internet. Você pode usar a mesma conta do Google. Adicione palavras-chave para que fique mais visível e seu canal fique melhor posicionado. Se não sabe como fazer isso, vá nas configurações e clique na seção “avançada”. Coloque ali as palavras que são relevantes pro seu negócio.

Esse também é o momento de escolher um bom nome para o seu canal. O ideal é que seja curto e fácil para as pessoas lembrarem.

2. Crie conteúdos com qualidade

Todo conteúdo postado deve ser de alta qualidade e sem ser muito longo. Mas isso varia de acordo com o seu perfil e objetivo. Faça vídeos regularmente. Não fique muito tempo sem postar nenhum vídeo. O ideal é ter uma programação agendada.

Cadastre-se e receba novidades e dicas sobre empreendedorismo

+Leia também: Painéis discutem importância do conteúdo para marcas no Rio2C

É provável que os primeiros vídeos não fiquem excelentes, mas a prática vai fazer com que fiquem cada vez melhor. Estude o assunto que será tratado, estude sobre iluminação, som e edição. Essas técnicas vão fazer a diferença nos seus vídeos.

3. Alcance seu público

Um dos passos mais importantes para fazer dinheiro no YouTube é conquistar usuários. não é uma tarefa fácil, mas não é impossível. O primeiro ponto é definir seu público-alvo.

Identifique quais são as pessoas que vão se interessar pelo conteúdo do seu canal e quais vão clicar nos anúncios. Isso será o que vai te dar maior receita no fim do mês. Quanto mais assinantes, melhor.

+Leia também:
– Como conquistar um público mais maduro para seu negócio
– Conheça os perfis dos clientes que comprarão de você

Faça uma divulgação adequada com o seu público nas redes sociais. Com o tempo, o público chegará naturalmente até você.

4. Aprenda a monetizar seus vídeos

O modo monetização não vem habilitado nas configurações do canal. Ative quando achar que você tem conteúdo consistente para tal. Isso vai permitir que você tenha anúncios nos seus vídeos.

Importante: garanta o seus direitos autorais. E não copie conteúdo de outros lugares. O passo-a-passo é simples:

  1. Vá em “Meu Canal”
  2. Clique em “Gerenciador de Vídeos”
  3. Ative o modo “Monetização”

5. Aumente o número de visualizações

É fundamental focar no aumento de visualizações dos seus vídeos. Ao enviar o vídeo ao canal, vá em “monetização” e marque a opção “monetizar com anúncios”. Se o vídeo já estiver publicado, vá em “gerenciador de vídeo” e clique em “$” do lado do vídeo. E depois marque a opção “monetizar com anúncios”.

Essas são formas pagas de conseguir mais visitantes e visualizações. E é importante para começar.

6. Use o Google AdSense

Essa ferramenta pode ser configurada sem custo. Entre em “Sign Up Now” e crie a sua conta. O único requisito é: ter mais de 18 anos. Há algumas regras:

  • Ter uma conta do PayPal ou de um banco
  • Ter endereço de e-mail válido
  • Enviar informações obrigatórias pessoais

7. Faça análises periódicas

Faça análises depois dos vídeos monetizados e com views para saber como o material está sendo divulgado. Vá na opção “Análise”, no menu do Canal. Lá vão ter os ganhos estimados, os anúncios, as visualizações, demografia e outros itens importantes para serem analisados.

Gostou do artigo? Inscreva-se na nossa newsletter e receba semanalmente mais conteúdo sobre empreendedorismo.