Afrolab capacita e impulsiona o empreendedorismo negro no Brasil

Os participantes do projeto fazem curso de capacitação, conseguem melhores condições de negociação e fortalecem a ideologia

Foto de divulgação do Afrolab no site da Feira Preta: mulher negra em fundo amarelo.

(Crédito: Feira Preta)

Capacitar e impulsionar o empreendedorismo negro no Brasil são os objetivos do projeto Afrolab. O programa de capacitação é oferecido para quem quer abrir o próprio negócio ou já é empreendedor. Além da marca, os beneficiados carregam a ideologia em seus produtos.

São os Afrocriadores, um coletivo que reúne 14 marcas e que usam a moda negra como forma de expressão. Acabam de abrir a primeira loja dentro de um container na zona sul do Rio. Andrea Brasis uma das empresárias disse ao Repórter Brasil que ficam mais fortes juntos e podem discutir algumas questões além da moda. “A gente tem mais poder de barganha com o fornecedor, se sente mais forte de ir a um banco negociar taxa de cartão de crédito”, completou.

Empreendedorismo negro

Andrea e os outros criadores fazem parte da metade dos empreendedores brasileiros: 50% são negros. E para impulsionar o afroempreendedorismo no país, um programa de capacitação é oferecido especialmente para negros que querem empreender ou já possuem seu próprio negócio. O projeto Afrolab é uma iniciativa da Feira Preta que oferece conhecimento com foco em inovação e inventividade.

A idealizadora do projeto, Adriana Oliveira, afirmou que o Afrolab tenta aproximar os MEIs autodeclarados negros e os 56% de consumidores também autodeclarados negros. “É dar o match entre quem produz e quem consome. E já entrando no tema de Black Money”, contou.

Cíntia Felix, designer de moda e aluna do projeto, ressaltou a necessidade de muita determinação diante das dificuldades que os afroempreendedores enfrentam. “Já tive um problema com um gerente de banco que queria saber quem era o homem atrás dessa empresa. E não existe esse homem. Existem só mulheres”, lembrou.

Cadastre-se e receba novidades e dicas sobre empreendedorismo

Segundo Adriana, o Afrolab não é só sobre qualificação. É também sobre trazer o crédito para que eles possam investir no seu próprio negócio.

Gostou desse conteúdo? Inscreva-se na newsletter do Negociarias e receba toda semana mais dicas de empreendedorismo.