7 lições aprendidas diante dos fracassos dos empreendedores

Aprenda com os erros de quem já foi à falência e faça seu empreendimento não passar por isso

Foto de um pugilista derrotado encostado nas cordas do ringue.

Aprenda com as derrotas e dê a volta por cima. | Crédito: spotpoint74/123RF

Ninguém começa um empreendimento pensando em falir. Mas a falta de experiência pode levar o empreendedor a fechar as portas. Esse momento difícil pode ser um grande aprendizado. E fazer uma análise dos erros cometidos é fundamental para que se tire grandes lições. Portanto, por que não aprender com os erros alheios e evitar que o mesmo aconteça com você, não é mesmo? Veja, em matéria do site da revista Exame, uma lista de sete erros que levaram alguns empresários à falência.

1. Um passo de cada vez

Comece pequeno. Não queira ser grande logo no início. Isso pode levá-lo a dar um passo maior que as pernas. Um investimento muito alto ainda no começo do seu empreendimento pode não ter o retorno imaginado e virar um prejuízo. Ao longo do tempo, seu negócio irá amadurecer e crescer. Não tenha pressa.

2. Foco no objetivo

Segundo o filósofo e educador Mario Sergio Cortella em seu livro “Por que fazemos o que fazemos?”, prioridade é uma palavra sem plural. Ou seja, é preciso colocar prioridade naquilo que é o seu objetivo no momento. Se uma empresa tenta abraçar o mundo vai perder seu foco. Todo o esforço do empreendedor deve estar voltado para o objetivo que o seu negócio deseja alcançar. Tentar dividir a atenção pode fazer com que os projetos fiquem inacabados. Faça uma escolha.

Foto de flechas acertando um alvo bem no centro.

Crédito: alphaspirit/123RF

Cadastre-se e receba novidades e dicas sobre empreendedorismo

3. Estude o mercado

Sua ideia pode parecer revolucionária, mas é preciso analisar como está o mercado do setor que deseja investir. Pesquise o que seu público-alvo deseja, veja o que seus possíveis concorrentes estão fazendo, estude as tendências. Um investimento feito sem essas premissas pode ser dinheiro jogado fora.

4. Faça testes com o seu produto

Outro erro comum é começar a investir em um novo negócio antes de testar o produto. Descubra quais são as característics do mercado que quer entrar. Saiba se sua ideia vai fazer sentido para o setor.

5. Não misture pessoal com profissional

Entenda que as contas da empresa não são as suas contas pessoais. Você, como empreendedor, deve receber um salário assim como todos os seus empregados. Não tire dinheiro da empresa para pagar seu aluguel, por exemplo.

Evite também misturar as famílias dos sócios no empreendimento. Entenda que desentendimentos acontecem e pode virar uma dor de cabeça.

Leia também:
– 4 dicas para você contratar seu primeiro funcionário
– Como fazer seu negócio caminhar enquanto você está de férias

6. Dedique-se ao que você faz de melhor

Não perca seu tempo se encaixando em um mercado que nada tem a ver com você só por acreditar que terá um maior retorno. Trabalhe com aquilo que você sabe fazer. Seu empreendimento precisa ter a sua cara.

7. Recomece após o fracasso

Por mais difícil que seja, falir não é o fim do mundo. Seja objetivo e reinvente-se. Tenha disciplina para estudar o mercado e analisar o que precisa ser feito. Procure novos rumos. Com persistência e um bom planejamento, a mudança pode te levar ao sonhado sucesso.